sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Deus não une pessoas, mas propósitos

Ouvi dizer que só valorizamos quando perdemos. Pensei, pensei e orei: quero amar como se tivesse perdido, olhar como se nunca tivesse visto e voltar, como se nunca tivesse partido. - Abner Santos


Há poucos dias eu estava orando por um familiar meu e minutos depois ele me chamou pelo telefone, sem saber da minha oração, e disse:
- Ore por mim para que Deus abra as portas e meu casamento aconteça. Está difícil! - Isso já era madrugada. 
Percebi a ansiedade e, como eu havia meditado na Palavra de Deus, respondi: -  O coração do sábio sabe quando e como fazer. Se Deus confirmou que é ela, amém! Mas, será que esse é o tempo certo? Orem juntos para que o Senhor trabalhe em vocês e no momento certo as coisas fluirão. A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável...Mais ou menos isso que conversamos.   

"pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres." Tiago 4.3

Há muita ansiedade na igreja devido a pressão. A maioria já casou ou namora para casar. E isso deixa os solteiros preocupados. Às vezes o desespero é tanto que ele (ela) deseja casar para atender depressa suas necessidades sexuais. Triste e verdadeiro!
Eu estou solteira, ainda. Entendo a pressão da família (não é fácil), dos amigos, da idade que não para de avançar, a necessidade do nosso corpo - o sexo foi criado por Deus, mas é abençoado quando acontece no casamento. 
Percebi que Deus une propósitos, não corpos somente. Até porque quando os dois se tornam um, ocorre a união por inteiro. Você não casa com uma pessoa, apenas. Você casa com um histórico de passado (traumas, decepções, raízes...), presente e futuro (objetivos individuais). 
No anseio de alterar o estado civil alguns solteiros (divorciados, viúvos) só enxergam o momento presente.

"Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?" Amós 3.3

Casamento é coisa séria, dá trabalho e precisa da disposição de ambos para que dê certo. Por isso as pessoas alegam que o amor acabou e se separam. Está escrito que o amor jamais acaba (I Coríntios 13.8) . O que acabou foi a novidade, a vontade de recomeçar, o objetivo de sacrificar a si mesmo em prol do outro.

O desejo de uma mulher solteira é casar-se com um homem de Deus, e a pergunta é: Você já se tornou uma mulher de Deus? O mesmo vale para o homem: Você já se tornou um homem de Deus?
Quem é de Deus tem dentro de si o Espírito de Deus (Romanos 8.9). Sendo assim, se você ainda não teve seu encontro com Deus esta deve ser sua prioridade.

Amigo (a) casado (a), em vez de perguntar para o solteiro se ele já conheceu alguém, ore por ele. Ore antes de apresentá-lo a alguém. Quem vê o rosto não vê o coração. Por isso tantos cristãos sofrendo dentro das igrejas. Se deixaram levar pelo engano do coração, pela ansiedade e não esperaram o tempo de Deus.

"Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando." João 15.14

O principal propósito do Senhor é a nossa salvação. Daí a importância de buscar nEle a bênção na vida amorosa. Seja amigo (a) de Deus! Ele sabe quem no círculo de amizades dEle se encaixa perfeitamente em você. Ele prepara o encontro, os dois tornam-se amigos e Deus faz brotar o amor de um pelo outro. Confie!

O amor só é lindo quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser. - Mário Quintana

 O verdadeiro amor é libertador! Cicatriza as feridas do passado, renova, aviva, é a cura de todos os males. A pessoa certa te aproxima de Deus porque ela é amiga de Deus.

"Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade." Eclesiastes 4.12

Se não há Deus na união, não há comunhão.
Medite sobre isso 😉

Nenhum comentário:

Postar um comentário