sexta-feira, 1 de julho de 2016

Respeito é fundamental

Lembre-se que grandes realizações e grandes amores envolvem grandes riscos. - Provérbio Chinês
O despertar não consiste apenas em abrir os olhos, pois há quem olhe e não enxergue. - via Web

Que seja abençoado este semestre que se inicia hoje. Que o Senhor renove nossa fé, esperança e o amor dentro de cada um nós para que sigamos firmes em nossa caminhada, glória a Deus!
Aliás, é sobre o livre arbítrio e o respeito ao próximo que iremos falar hoje.

"Um crê que de tudo pode comer, mas o débil come legumes; quem come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come, porque Deus o acolheu." Romanos 14.2-3

Deus deu a cada um de nós uma medida de fé segundo o que Ele detectou em nosso ser. Somente Ele é conhecedor de todos os corações. 
Deus sabe quem é fogo de palha - diz que vai ser ou fazer e desiste, joga palavras ao vento - e conhece também aquele que diz que não quer, não vai fazer ou ser e, por fim, obedece.
Não cabe a nós julgar as escolhas dos outros pois não conhecemos o que há em seu coração. Orientamos, quando identificamos o risco das consequências, mas a decisão final é de quem escolheu tal caminho. 
Vamos respeitar nosso próximo, pois nisso consiste o amor do Pai.

"A fé que tens, tem-na para ti mesmo perante Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena naquilo que aprova." Romanos 14.22

Com a capacidade de pensar o Senhor, sabiamente, nos concedeu o livre arbítrio. Se o próprio Deus não interfere - Ele alerta, ensina, exorta - nas decisões dos seres humanos, quem somos nós para interferir na vida do outro?
Por isso não gosto de religião, placa de igreja, títulos.
Creio que como membros do corpo de Cristo cada qual cumpre e colabora com suas atribuições para o bem do todo.

A religião divide. O verdadeiro amor soma, aproxima, transforma.
Pense sobre isso!

Seja bem-vindo Julho! Sejamos iluminados, guiados e orientados por Deus para a glória do Pai, Filho e Espírito Santo. Combatamos o bom combate. 
Guardemos firmes a esperança. Sigamos em frente! Aprendamos...de fé em fé. Deus abençoe!



♪ Quando ouviu o filho perguntar: "E o cordeiro onde está?"
Seu coração sangrou
Quando ouviu o pai lhe responder: "Deus irá prover"
Seu coração temeu
E lado a lado em silêncio os dois choraram
Ao verem chegando o lugar da decisão
Um pedido assim, que parte o coração
Como escolher entre a fé e a razão ♫

Quando dizer não é opção e a fé te pede um sim
Quando é preciso enfrentar e a alma quer fugir
É difícil ser como Abraão e um filho entregar
Ser Isaac e deitar-se sobre as pedras do altar

Quando ouviu o filho perguntar: "E o cordeiro onde está?"
Seu coração sangrou
Quando ouviu o pai lhe responder: "Deus irá prover"
Seu coração temeu
E lado a lado em silêncio os dois choraram
Ao verem chegando o lugar da decisão
Um pedido assim, que parte o coração
Como escolher entre a fé e a razão

♫ Quando dizer não é opção e a fé te pede um sim
Quando é preciso enfrentar e a alma quer fugir
É difícil ser como Abraão e um filho entregar
Ser Isaac e deitar-se sobre as pedras do altar

Quando dizer não é opção e a fé me pede um sim
Quando eu preciso enfrentar minha alma quer fugir
Eu preciso ser como Abraão e tudo entregar
Ser Isaac e deitar-me sobre as pedras

É preciso coragem pra subir
É preciso ter fé pra aceitar
É preciso ter força e dizer sim
E deitar-se sobre as pedras do altar ♪

Trazendo a Arca - Entre a fé e a razão


Nenhum comentário:

Postar um comentário